definição de tintas e vernizes

Definição de tintas e vernizes

Antes de explicar o conceito de tinta é importante lembrar que estamos nos referindo à tintas de revestimento, e não à tintas gráficas. Esses tipos de tintas são bem distintos.

Normalmente as tintas de revestimento são classificadas como:

* Tintas Imobiliárias/Arquitetônicas.

* Tintas para Automóveis e Veículos Automotores (tintas originais e para repintura).

* Tintas Industriais.

 

A Tinta é uma composição química formada pela dispersão de pigmentos numa solução ou emulsão de um ou mais polímeros, é uma preparação, geralmente na forma líquida, que, ao ser aplicada na forma de uma película fina sobre uma superfície ou substrato, se transforma num revestimento a ela aderente com a finalidade de colorir, proteger e embelezar.

 

Quando essa tinta não contém pigmentos, ela é chamada de verniz. Por ter pigmentos a tinta cobre o substrato, enquanto o verniz deixa transparente.

 

A função de uma tinta ou verniz é revestir as mais variadas superfícies, proteger e embelezar imóveis e produtos industriais, além de sinalizar estradas, ruas, portos, aeroportos e outros.

 

De acordo com a superfície na qual vai ser aplicada, a pintura tem finalidades diferentes:

 

ALVENARIA

A pintura evita o esfarelamento do material, a absorção da água da chuva e da sujeira, o desenvolvimento de mofo entre outros.

 

MADEIRA

Além do embelezamento, a tinta na madeira contribui para impedir a absorção de água e umidade pelo material, o que leva a maior durabilidade do mesmo.

 

METAL FERROSO – AÇO-CARBONO

Atualmente a pintura é a solução mais utilizada para o combate à corrosão nestes materiais.

 

METAL NÃO FERROSO

Assim como em todos os outros, a pintura é utilizada para colorir e decorar esses materiais.